Tradutor

sábado, 21 de fevereiro de 2015

ACADEMIA "PANKRATION" - CCV / REAL STEEL -


A Casa de Cultura de Vidago assinou hoje dia 21 de fevereiro, um protocolo de parceria com o Ginásio Real Steel e com Manuel Araújo (treinador/instrutor de Pankration).

Mário Correia - Presidente CCV
Desta forma, o Protocolo tripartido agora assinado, visa a disponibilização de uma sala do ginásio para a realização de aulas/treinos num espaço considerável e com as condições necessárias à prática do Pankration. 

Manuel Araújo (treinador/instrutor) será o responsável pelos treinos dos atletas da Academia de Pankration Casa de Cultura de Vidago/Ginásio Real Steel.  Manuel Araújo com um vasto curriculum foi campeão 
nacional em 2013 e representou a seleção portuguesa no mundial de 2010 na Polónia.

Ismael Couto - Ginásio Real Steel
Manuel Araújo - Instrutor / Treinador
Na qualidade de Presidente da Casa de Cultura de Vidago, Mário Correia disse que, "espero que este seja só o primeiro passo de uma longa caminhada com muito sucesso na modalidade, tendo em conta que a socialização do individuo também a nível desportivo, está patente nos estatutos da Casa de Cultura de Vidago, vamos continuar a estabelecer parcerias junto do movimento associativo e das estruturas desportivas e empresariais, de forma a consolidar este novo desafio."     A Academia de Pankration, agora oficializada está desde 31 de janeiro inscrita na FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PANKRATION - ATHLIMA e contamos já com 4 atletas federados e 1 instrutor/treinador.














O QUE É O "PANKRATION"?


Para melhor se compreender o significado etimológico da palavra “Pankration” é necessário referir que esta resulta das palavras Gregas “Pan e Kratos” que significa “todos os poderes”.

Esta disciplina de combate secular foi criada pelos gregos antigos e introduzida nos jogos olímpicos em 648 A.C. e os seus praticantes eram considerados na altura pessoas invencíveis e com poderes infinitos.
Na altura as regras desta modalidade eram bastante simples, sendo a modalidade considerada extremamente violenta apenas não se podia morder ou meter os dedos em orifícios, o combate terminava quando existisse um K.O. uma rendição ou a morte de um dos atletas, no entanto tolerava-se a desistência de um dos atletas existindo respeito pelo lutador caso este quisesse parar de combater. Era tão perigosa que em 200 A.C. foi introduzida uma versão infantil que acabaria logo por ser cancelada. Era a modalidade rainha dos Jogos olímpicos, realizada sempre no último dia dos jogos e a mais aplaudida e esperada pelo público.
A principal figura mitológica do Pankration era Hércules, primeiro vencedor da modalidade.

A mitologia grega diz que este treinava os seus estrangulamentos com leões.
Os campeões de Pankration na altura eram tão adorados que quando ganhavam eram transformados pelas pessoas numa espécie de semideuses e eram os únicos campeões olímpicos que recebiam prémios monetários.
Como simbologia do poder do Pankration, quando uma cidade alcançava um Campeão olímpico de Pankration, destruía uma parte das suas muralhas.
As modalidades irmãs do Pankration são o Boxe, chamado em grego (PIGMACHIA) e a luta, Chamada em Grego (PALE). estas modalidades desenvolveram-se ao longo dos tempos tornando-se Olímpicas nos dias de hoje, tal como o Pankration se tem vindo a desenvolver cada vez mais, podendo regressar muito possivelmente dentro de poucos anos aos jogos olímpicos, sitio do qual nunca deveria ter saído.



 
                                              


PANKRATION MODERNO



Os jogos olímpicos da antiguidade acabariam por desaparecer durante séculos e com eles desapareceu o Pankration, tornando-se mesmo ilegal na Grécia visto ser uma modalidade muito violenta. Continuou a ser praticada apenas no mundo suburbano grego onde comummente se faziam apostas em combates. 

Mais tarde a modalidade acabaria por ser a base de treino dos Gladiadores Romanos que se valiam de praticantes gregos que prendiam e colocavam a combater e a treinar os escravos que eram depois colocados nas arenas em luta entre eles ou contra animais. 

Os jogos olímpicos voltaram reaparecer nos tempos modernos com Pierre de Coubertin mas o Pankration não estava incluído pois não se adaptava á realidade dos nossos tempos. 

No nosso tempo, foram criadas novas regras para que a modalidade se tornasse muito menos violenta e se conseguisse adaptar á actualidade, através da WORLD PANGRATION ATHLIMA FEDERATION, única entidade reconhecida pelo Governo grego e Comité Olímpico Internacional, como herdeira do Pankration grego. 

A história e a qualidade técnica do Pankration acabaria por atrair vários atletas ou mestres de outras modalidades a trazê-la para diversos países, entre os quais se encontra Portugal, onde a modalidade foi inserida pelo mestre Jesus Novo. Existe já desde o ano 2000, a FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PANKRATION ATHLIMA, membro do Comité Olímpico Portugal.








Competição

As competições existentes no Pankration são as seguintes:


1º Pankration Agon;
 Combate completo sem ataque à cara


2º Pankration pliri epafí
 (FULL CONTACT) Combate completo com ataques à cara.

3º Polidamas: 
(Defesa Pessoal) Demonstração de combate contra armas. 

4º Pedon: 
(Defesa Pessoal) Demonstração de combate sem armas.

5º Paleismata:
(COMBATE SPARRING) Combate combinado.

6º Ano Pankration
(First contact) Combate ao ponto


Sem comentários:

Enviar um comentário